quinta-feira, 22 de março de 2007

Escandalosamente Sua

Escandalosamente Sua
Assim quero ser...
Sem pudores,
Sem receios,S
em falso moralismo...
Cortesã despudorada...
Nua... descortinada...
Véus que caem,
Lingeries que se espalham,
Minha pele perfumada...
O perfume do meu tesão,
Misturam-se, incendeiam,
Explodem minha paixão...
Te espero... umida...
Lubrificada do desejo por você
Meu corpo querendo o seu...
Minha boca querendo a sua...
Meu sexo pronto pra ser seu,
Pulsando... forte... apertando-o,
Massageando sua posse,
Levando-o ao delírio
Geme junto comigo...
Possessor e possuída...
Penetração perfeita...
E me faz sua mulher...
Escandalosamente Sua!
(Akasha De Lioncourt - 01/11/2006)

Nenhum comentário: